AtoM

AtoM, software de descrição arquivística

AtoM é uma abreviatura de Access to Memory. Funcionando em ambiente WEB, é uma aplicação de código aberto destinada à descrição normalizada em arquivos definitivos permitindo um acesso multilingue numa organização com múltiplos repositórios integrados.

Ambiente Web

Todas as funções principais ocorrem através de um browser. Depois de instalado, permite o acesso a partir de qualquer lugar, ligação à Internet é o requisito único.

Baseado em normas

O AtoM foi construído originalmente com apoio do International Council on Archives, para incentivar uma mais ampla adopção das normas internacionais. Foram criados padrões de conformidade para o núcleo do AtoM, que oferecem modelos de edição fáceis de usar baseados na web, que atendem a uma ampla variedade de padrões internacionais e nacionais.

Multilingue

Os elementos da interface e o conteúdo da base de dados de todos os utilizadores, podem ser traduzidos em vários idiomas.

Multi-repositório

Construído para ser usado por uma única instituição, para as suas próprias descrições, ou como multi-repositório (rede, portal) aceitando descrições de um variado número de instituições contribuintes, o AtoM é flexível o suficiente para responder a todas as necessidades.

Importação/exportação

Os seus dados não se encontram restringidos (bloqueados) no AtoM. Foram implementadas funcionalidades de importação e exportação, de acordo com os standards actuais, a partir da interface do AtoM. Actualmente são suportados os formatos (import/export): EAD, EAC-CPF, CSV and SKOS.

Código aberto

Todo o código do AtoM está disponível gratuitamente sobe uma licença GNU Affero General Public License (A-GPL 3.0) – dando-lhe a liberdade de o estudar, modificar, melhorar e distribuir. O AtoM é um projeto open-source activo e dinámico com uma ampla base de utilizadores.

Introdução ao AtoM e descrição arquivística

Simples mas esclarecedora apresentação ( Prof. Doutora Tânia Gava) elaborada por estudantes da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Informação e Download: AtoM software de descrição arquivística

ailpress

Publicação de Monografias com OMP

O Open Monograph Press (OMP) é uma ferramenta de código aberto, de download gratuito, para a gestão e publicação de monografias, volumes editados e edições académicas na web.

Desenvolvido a par do OJS pelo Public Knowledge Project é um sistema de gestão e publicação de livros, implementado com o intuito de reduzir o tempo e a energia dedicados às tarefas de gestão associadas à publicação de livros, melhorando a manutenção de registos e eficiência dos processos editoriais. O sistema, através de uma série de funcionalidades, inclui fluxos de trabalho claros e intuitivos para todos os aspectos dos processos de submissão do manuscrito, revisão, edição e produção. O objectivo final é melhorar a qualidade académica da publicação e promover a publicação aberta (ver Open Access).

A seguir pode ver alguns projectos implementados na última versão do OMP (3.1.0).

Alguns projectos implementados na versão 1.2.0 do OMP

fidus+ojs3

Integração Fidus Writer e OJS3

Já é possível a utilização, de forma integrada, do editor de texto online Fidus Writer 3.2 com o Open Journal Systems 3.0.

A integração é realizada usando um plugin do lado do OJS e a configuração de alguns parâmetros da ferramenta de edição Fidus Writer. Instruções de como obter o plugin e processo de instalação/configuração para a integração dos dois sistemas está disponível no Github em  OJSIntegrationRestAPIplugin.

Vídeo do processo de integração ( https://www.fiduswriter.org/ojs-integration/)

Caso deseje, pode ainda obter um excelente documento integração fidus writer+OJS (formato pdf) sobre esta integração.

This paper presents the implementation of the core of this environment: the integration of the Fidus Writer academic word processor with the Open Journal Systems (OJS) submission and review management system.

O trabalho desenvolvido para a integração do Fidus Writer e do Open Journals Systems (OJS) foi realizado pelo OSCOSS project, uma colaboração entre a University of Bonn e o GESIS – Leibniz Institute for the Social Sciences, Cologne. O projecto é suportado pelo Deutsche Forschungsgemeinschaft (DFG)

colors-ojs

Novo tema para o OJS 3

A Public Knowledge Project anunciou um novo tema para o OJS 3. De referir ainda os melhoramentos na documentação para a criação de temas.

Depois do lançamento da primeira versão do guia para a criação de temas do OJS 3, a nova documentação temas Open Journal fornece agora uma visão geral da arquitetura dos temas, como substituir rapidamente modelos e como introduzir mudanças simples de CSS.

Para aqueles que querem ir mais longe, descreve mais em pormenor como criar temas, aproveitar as novas APIs para temas filhos (Child Themes), opções de tema e fornecer dados personalizados para os mesmos.

Tema : Manuscript novo tema OJS is a new child theme for OJS 3.0.2+. This theme provides a clean, simple style with a boxed layout that mimics a paper document.

Artigo no PKP : OJS3 Theme

Documentação : nova documentação temas Open Journal

learning-ojs2

OJS, Actualização Documentação

A equipa de documentação do Open Journal System PKP Documentation Interest Group relembra que existem dois novos documentos, com informação actualizada, que ajudam a entender e trabalhar de modo rápido no OJS.

Learning OJS 2.4.8 cobre a última actualização da versão 2.x, e Learning OJS 3.0 cobre a nova versão do OJS 3.x.

Ambos os documentos, possuem imagens elucidativas de certas áreas do software, assim como informação do tipo passo-a-passo de como realizar determinadas tarefas.

Para todos os efeitos e apesar da qualidade da informação prestada, esta documentação é considerada draft e estará sempre a ser aumentada e revista.

ojs3

Open Journal System, lançada versão 3

O Public Knowledge Project tem o prazer de anunciar o lançamento do OJS 3.

Esta é a actualização de software mais abrangente, desde que se passou do OJS 1.0 para a versão 2.0 em 2005. A nova versão incorpora uma década de feedbacks dos utilizadores no fórum da comunidade OJS, por meio de testes de usabilidade OJS 3.0, e através de milhares de conversas, solicitações de recursos a incluir, e úteis críticas apontadas a diversas questões.

A aproximar-se do marco dos 10.000 jornais activamente usando OJS como plataforma de publicação, a equipa do Open Journal System, acredita que esta nova versão irá melhorar significativamente a produtividade e facilidade de uso, e fornecer uma base moderna para a inovação na publicação on-line.

Se desejar pode ver um resumo das novas funcionalidades do OJS. Para uma visão mais detalhada do que vai encontrar no OJS 3, já foi publicado um novo guia – Aprender OJS 3 (versão EN), onde encontrará instruções passo-a-passo para configurar e usar esta nova versão. De referir que ainda estão em desenvolvimento alguns dos capítulos, mas com o guia actual já vai ser possível ter uma idéia de como usar a nova versão.

Saiba também que é possível ver uma demonstração do OJS 3, permitindo-lhe deste modo tomar contacto com a versão e perceber as diferenças para a versão 2.x. A equipa do OJS disponibiliza ainda um tesdrive de uma revista em OJS, dando-lhe assim uma experiência mais efectiva da versão.

Por último, de informar que acontecerá um webinar (gratuito) do OJS 3 na quarta-feira, 7 set, às 9h, horário do Pacífico. Está desde já convidado a participar, webinar OJS 3.